Código: 244

Aparelho de Bioimpedância Tetrapolar Tetronic BIA 1010 - Sanny

Marca: Sanny Modelo: Tetronic BIA 1010 Disponibilidade: Disponível em 15 dias úteis


Por:
R$ 8.390,00

R$ 7.802,70 à vista com desconto Itau Shopline
ou 6x de R$ 1.398,33 Sem juros
 
Simulador de Frete
- Simulador de Frete

A Bioimpedância Tetrapolar Sanny fornece ao usuário dados como água corporal total (ACT) em Kg e percentual, água ideal, massa magra corporal em Kg e percentual, gordura corporal em Kg e percentual, gordura ideal, peso atual em Kg, peso ideal, gasto energético basal (GEB) e gasto energético total (GET). Os dados coletados pelo aparelho são transferidos manualmente ou automáticamente através de um cabo USB para o software instalado no computador.
Conta com um novo modelo. Agora fabricada em polímero termomoldado, o equipamento ficou mais leve e com design mais arrojado, facilitando o transporte e fornecendo maior resistência ao equipamento. Além disso, o novo modelo conta com um novo firmware, tornando as medidas ainda mais confiáveis e com maior reprodutibilidade. 
Opera em mono frequência de 50Khz(Kilo Hertz), a resistência e a reactância são visualizada em ohms. Conectando um par de eletrodos no membro superior direito e outro par no membro inferior direito, o equipamento, associado ao software que acompanha o produto, fornece ao usuário dados como água corporal total (ACT) em Kg e percentual, água ideal, massa magra corporal em Kg e percentual, gordura corporal em Kg e percentual, gordura ideal, peso ideal teórico, gasto energético basal (GEB) e gasto energético total (GET). Os dados coletados pelo aparelho são transferidos manualmente ou automáticamente através de um cabo USB para o software instalado no computador. O software conta com cadastro de avaliados, cardápio com dietas e substitutos, gráficos comparativos entre as avaliações realizadas e os resultados podem ser impressos e/ou enviados por e-mail. 
Pode ser utilizada em campo ou diretamente ligada ao computador via cabo USB.

Alimentação:
- 04 pilhas Ni-MH AA 2100 mAh 1,2v recarregável (Carregue completamente antes de usar).

Acompanha:
- Aparelho de Bioimpedância Bio Tetronic Sanny
- Calibrador
- Cabo tetrapolar dos eletrodos adesivos
- Cabo de conexão serial USB
- Pacote com 100 eletrodos
- 04 pilhas recarregáveis
- Carregador de tomada para pilhas sonny
- Software de Avaliação da Composição Corporal 
- Maleta para transporte

Dimensões do Aparelho:
Altura 9cm x Largura 18,5cm x Comprimento 17cm

Requisitos Mínimos do computador para utilização do Software Biotetronic
Processador: Intel Core 2 Duo / AMD Athlon X2
Memória RAM: 2 GB

Compatível com os seguintes sistemas operacionais:
- Windows Vista
- Windows 7
- Windows 8
- Windows 10

 

REGISTRO ANVISA: 81540240002


 


 

Naturalmente, sempre que se fala em composição corporal pensa-se que é reservada somente a atletas, pois a performance do atleta é parcialmente influenciada pela proporção da gordura corporal (GC) e da massa corporal magra (MCM)
Contudo, composição corporal é um importante aspecto na saúde de indivíduos, independente de idade, sexo, e origem étnica. De acordo com o Colégio Americano de Medicina do Exercício (2000), a obesidade está associada a um aumento no risco de desenvolver doenças cardiovasculares, hipertensão, diabetes, certos tipos de câncer e outras doenças crônicas.

O modelo clássico de dois componentes de SIRI (1961) eBROZEK et al. (1963), o qual separa a massa corporal total (MCT) em gordura corporal (GC) e em massa corporal magra (MCM), vem sendo usado na obtenção de medidas de referência de composição corporal. O modelo de dois componentes é baseado nas seguintes suposições: a) a densidade da gordura é de 0.901 g/cc; b) a densidade da MCM é de 1.10 g/cc e c) a MCM contém 73,8% de água, 19,4% de proteína e 6,8% de mineral (BOTTARO, 2000). Sabe-se que a proporção de água, proteína, e mineral da MCM e, conseqüentemente, a densidade da massa corporal magra (dMCM) variam de acordo com a idade, sexo, etnia, níveis de gordura corporal, e níveis de atividade física (BAUMGARTNER et al., 1991; WANG et al., 1989; WILLIAMS et al., 1993).
Mudanças na proporção da densidade e do componente massa corporal magra (MCM), devido ao envelhecimento, limitam a utilidade do modelo de dois componentes para avaliação
da gordura corporal relativa dos indivíduos idosos. Com o envelhecimento, o mineral relativo contido na massa corporal magra (MCM) decresce aproximadamente 1% ao ano, após os 50 e 70 anos de idade (ADAMS et al., 1970; SMITH etal., 1976). Por causa dessas mudanças, a dMCM no idoso, particularmente mulheres idosas, é menor do que o valor assumido de (1.10g/cc) para o modelo de dois componentes.
Portanto, equações de predição baseadas no modelo de dois componentes de SIRI (1961) e BROZEK et al.(1963) tendem sistematicamente a superestimar a gordura corporal relativa (%GC) na população idosa de 2% a 4% (BAUMGARTNER etal., 1991). Por este motivo, no desenvolvimento da equação de predição para idosos, os modelos de multicomponentes de composição corporal são mais indicados do que os de dois componentes.
O método de Bioimpedância (BIA) vem sendo bastante usado na avaliação da composição corporal por ser um método relativamente barato, rápido e não invasivo (LUKASKI, 1988).

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características


RECEBA NOSSA NEWSLETTER Cadastre seu e-mail para receber ofertas exclusivas da Saúde Shop.